JUNBI “A posição que treina a sua concentração”

13 de outubro de 2020
JUNBI A posição que treina a sua concentração

JUNBI

Pode-se dizer que JUNBI é a primeira técnica do Taekwondo. É a posição de preparo: “Junbi!” Uma posição inicial para todos os ataques e defesas. É importante ensinar e preparar essa posição da maneira correta para a sua concentração.

É a partir dessa posição que começa a sua força e velocidade, e é importante dizer que a posição começa e termina da mesma maneira.

Muitos começam a aprender a técnica de forma equivocada e acabam errando muito. Já peguei várias vezes faixas pretas fazendo uma posição tão fundamental da forma errada. Penso como podem ter aprendido dessa forma? Além de ser feito de forma errada, já vi um simples “Junbi” ser feito de mil maneiras diferentes. Não pode! Isso não pode acontecer!

Quando o comando é “Junbi”, os três elementos (mãos, pé esquerdo e concentração) devem começar juntos e terminar ao mesmo tempo. Na verdade, os 4: concentração, mãos, pé esquerdo e a respiração.

Não se pode deixar um terminar antes do outro. Repito: os quatro começam e terminam ao mesmo tempo.

Primeiro inspirando, com as duas palmas das mãos em frente ao peito; o pé esquerdo levemente levantado, rastreando o seu lado esquerdo. Quando terminar o movimento, não expire todo o ar, deixe um terço do ar no seu corpo.

As duas mãos bem fechadas em frente ao seu ventre (uns 5 cm abaixo da sua faixa entre seu umbigo e seu órgão) afastadas no máximo 10 cm do seu corpo e com 4 cm de distância entre as duas mãos fechadas.

Nesse momento você tem que estar com a respiração presa, pois isso faz com que a concentração no seu corpo seja a máximo possível.

Confira na sequência de fotos o modo correto e o modo errado de fazer o Junbi.

Há pouco tempo um faixa preta estava começando a dar aulas pelo Facebook durante a quarentena. Antes de iniciar me enviou um vídeo para que eu conferisse suas aulas.

Além dele, uma Federação mandou vídeos com as técnicas de Kibon-Dong-Jak’s para que eu conferisse.

Em ambos os casos eu fiquei muito assustado! Infelizmente o que vi não era o Taekwondo que eu conheço, eram posições diferentes e totalmente erradas. Não dava para corrigir ou ensinar a forma correta pois eram muitos erros. O único jeito foi pedir que eles não fizessem o que pretendiam fazer com os vídeos: que não divulgassem e que não dessem aulas.

Fiquei tão assustado com o que vi que achei incrível como podiam ter aprendido daquela forma. Para mim foi motivo de ficar triste com a qualidade do Taekwondo que está sendo divulgado pelo Brasil. Isso significou que precisamos muito ministrar seminários e cursos urgentes.

Sítio Monte Rá, 15 de setembro de 2020
Mestre Lee Introdutor do Taekwondo no Rio de Janeiro – 1972
Autor de 05 livros

Facebook – Livros do Mestre Lee

Assuntos Relacionados

Categorias